sábado, 27 de junho de 2009

Casa

Existe um temporal,
uma escuridão...
Todas as lâmpadas se quebraram.
Eu sozinha. Poças d’água.
Corro em desespero por um abrigo.
O barulho dos meus passos loucos na água
Me ensurdece.
Não enxergo mais nada.
Caio.
O gosto de minhas lágrimas mistura-se aos pingos da chuva.
Minha casa está ali, bem perto. Posso sentir.
Mas...
Perdi minha chave pelo caminho...

Um comentário:

Äмbзr Gïrℓ ⅞ disse...

acho q nada dá mais desespero do que estar ás portas de um ninho e nao poder entrar.

amei.

Blog Suicide Virgin