sexta-feira, 12 de junho de 2009

É Chuva

Hoje é dia dos namorados e nada mais justo do que uma singela homenagem à minha cara-metade, meu companheiro, amigo e defensor. Meu porto-seguro!

Este poema que fiz pra ele há algum tempo atrás:
***

O meu amor é chuva fina.
Chuva tranqüila.
Chuva que cai eternamente sem ferir.
Essa é a chuva que te ofereço.
Chuva de final de tarde.
Chuva de domingo.
Chuva constante.
Pra sempre.


Pro que der e vier...

Também recebi uma bela homenagem dele. Vejam aqui.

2 comentários:

Textos & Pretextos disse...

Muito bom, que chova poesia sempre assim! Chuva é vida.

dablog disse...

O amor é realmente lindo - você merece!