sábado, 9 de janeiro de 2010

Sobre o Amor...

O amor é violência.
Violência que te abre os poros,
Rasga as vísceras,
Arranha a alma,
Esfacela o coração.

O amor é violência.
Violência que te cala,
Que te assusta,
Que te vence,
Que te fere.

O amor é violência.
Violência que te sara,
Violência que te cria,
Violência que te ensina,
Violência que te eleva.

4 comentários:

Carlos Felipe Figueiras disse...

o amor é a rosele.

Marina Ráz disse...

Escrever é perder peso sobre as palavras, rasgar a pele e comer os cantos dos dedos.

Adorei seus textos.

Marina Ráz.

dablog disse...

Love is oh such a violent thing!

Akhen disse...

Rosele
Voltei hoje.
Há muito tempo que não vinha passear pela sua Galáxia e vc. sabe que gosto de vir cá. Até porque foi a primeira a visitar o meu blogue.
Mas quem tornou o amor assim? -:)
Quer que eu mande um pouquinho de frio, aí para o Rio?
É só pedir. Se eu puder eu mando.

Paz e Luz no seu caminho