quinta-feira, 26 de março de 2009

Li uma entrevista com a escritora carioca e imortal da ABL, Nélida Piñon, fiquei extremamente emocionada com o seguinte trecho e quero partilhá-lo com vocês:

“Você depende da bondade de tantos para continuar escrevendo, de amigos, da mãe, do pai, dos amores, de todo mundo. Todos os dias alguém bate à sua porta convocando você a desistir. E você tem de abrir a porta com bom humor e dizer ‘sinto muito, mas eu não vou desistir’”


Dedicado a todos os escritores que buscam um lugar ao sol. Não podemos desistir!

5 comentários:

dablog disse...

Escrever é preciso; ler é fundamental.

Rosele disse...

Pois é, quanto mais eu leio, mais tenho vontade de escrever! Eita círculo vicioso maravilhoso!! =D

Márwio disse...

Escrever para mim, é muito mais que escrever. Eu como caminhar, piscar olhos, sorrir chorar, se movimentar... Estar em mim. E uma vez não escrevendo, uma parte de mim morre.

Conheci seu blog em uma comunidae de literatura no Orkut, espero manter contato contigo.

Será uam honra sua visita ao meu. Abraço.

http://imprimirpalavras.blogspot.com

Äмbзr Gïrℓ ⅞ disse...

http://gifmake.com/functions/run.php?r=722

fiz um banner mais moderno para você.

bjs, passe no meu site se tiver qlqer duvida na hora de expô-lo.!

bjs

Äмbзr Gïrℓ ⅞ disse...

linda frase... lindo modo de pensar.

parabéns por adotá-lo, repassá-lo e por vivê-lo.