domingo, 23 de agosto de 2009

Quem Sou?

Para quem quiser me entender
Para quem quiser saber quem sou,
Aí vai uma dica:
Misture o escuro da noite e a claridade do dia
Pingos de chuva fina e pedaços de tempestade
A luz sensual da lua e o calor do sol
A inocência de um bebê e a coragem de um guerreiro
A vulnerabilidade de uma ovelha e a selvageria de um leão
A certeza do amanhã e os mistérios do infinito
A tranqüilidade de uma brisa e a violência de um furacão
A luz de uma vela e milhares de estrelas cadentes
A ilusão do poeta e a lógica do cientista
Tudo o que já foi sonho e o que ainda falta sonhar...

4 comentários:

Alerkina disse...

Ahhh q lindooo!!!
muito bem escrito e hamônico,
remete-me heráclito:
A harmonia dos opostos, tornam as coisas possiveis

Aмbзr Girℓ ⅞ disse...

muito tocante. perdidos em algum ponto da vida parece q estamos alguma vez.

Blog Suicide Virgin

Carlos Felipe Figueiras disse...

Tudo isso e muito mais. :)

dablog disse...

Realmente se superou nesse poema. Uma fusão de sentimento e razão assim como os extremos nele explicitados.